sexta-feira, 19 de abril de 2013

Governo lança 2ª Rondônia Rural Show


O governador Confúcio Moura lançou na noite de quinta-feira (18), no Aquarius Selva Hotel, a 2ª edição da Feira de Tecnologias e Oportunidades de Negócios Agropecuários - Rondônia Rural Show. Mais de 150 convidados participaram do lançamento. A Feira será realizada entre os dias 23 e 26 de maio no Parque de Exposição (Expojipa) em Ji-Paraná.

A previsão dos organizadores do evento é de que sejam realizados negócios entre indústrias e produtores rurais na faixa dos R$ 350 milhões, uma vez qu
  
O governador Confúcio Moura, principal incentivador da Feira, afirmou que a economia do Estado vai em torno de 6% e que medidas adotadas como essa exposição servem para incrementar o desenvolvimento pós-usinas. Por meio do Fundo Estadual de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Fedaf), o governo do Estado vai subsidiar os juros de equipamentos agrícolas adquiridos durante a feira no valor de até R$ 50 mil.
   
 “Esse é um evento muito importante e que, sem dúvidas, vai movimentar a economia do Estado. A Rondônia Rural Show vai oportunizar aos produtores rurais, desde o pequeno porte até o maior poder aquisitivo, acesso ao crédito, às tecnologias de ponta, aos conhecimentos técnicos avançados e à troca de informações em buscar de uma produção com qualidade e sustentabilidade”, explicou o governador.
   
Temas como regularização fundiária, cooperativismo, melhores práticas agrícolas, empreendedorismo rural, entre outros serão apresentados por palestrantes de renome nacional que estarão trazendo novos conhecimentos aos produtores rurais rondonienses. O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), Evandro Padovani, acredita que a feira será visitada por mais de 20 mil pessoas entre os dias 23 e 26 de maio.
   

Expositores e autoridades de outros estados estarão presentes para abrilhantar a 2ª Rondônia Rural Show, que já faz parte do calendário nacional de eventos nesta categoria.

e estarão disponíveis pelos bancos dos Brasil e Banco da Amazônia e outras instituições financeiras, todas as linhas de crédito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário